Os caminhões extrapesados têm o poder de fascinar até mesmo quem não atua no setor do transporte rodoviário de carga. Grandes, pesados, imponentes, bem-acabados e com estilo, os modelos mais recentes se destacam pela beleza externa e também pela tecnologia a eles incorporados. Essa regra se aplica principalmente aos cavalos-mecânicos produzidos para percorrer grandes rotas, os quais disponibilizam conforto em níveis mais elevados na cabine, afinal, trata-se do posto de trabalho do carreteiro, onde ele passa a maior parte do tempo

Para mostrar os principais concorrentes no mercado brasileiro, selecionamos seis cavalos-mecânicos 6X2 e 6X4 com motores de 460 e 480cv das seis principais fabricantes de caminhões instaladas no Brasil, dimensionados para tracionar composições com PBTC na faixa de 57 a 74 toneladas.

1DAF XF 105 460

O extrapesado da fabricante com menos tempo no País, o DAF XF 105 460 (produzido a partir de 2013) é o representante intermediário da montadora nas configurações 6X2 e 6×4. O motor de 12,9 litros e seis cilindros em linha, com turbo intercooler, apresenta torque máximo de 2.500 Nm entre 1.050 e 1.410rpm e o freio motor entrega 430cv a 2.100rpm.

A transmissão do DAF XF 105 é a ZF-AS Tronic (manual ou automatizada) de 12 e 16 marchas à frente e duas à ré, direct drive e over drive, respectivamente. Um dos destaques da marca é a cabine na versão Super Space Cab, com altura interna de 2.10m, 2.24m de comprimento e 2.25m de largura. As outras demais versões – Comfort e Space Cab – têm, respectivamente, altura interna de 1,50m e 1,73.

Anterior