Levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF) comprova que animais soltos na pista são responsáveis por grande parte dos acidentes que acontecem nas estradas. Desde o início do ano, foram apreendidos nos 1474 quilômetros de estradas federais do Rio de Janeiro, 801 animais de grande porte, ou seja, uma média de três por dia. No ano passado, o total recolhido foi de 1325 e em 2000 esse número foi de 1974. A maioria é formada por cavalos doentes, que muitas vezes são abandonados pelos próprios donos na beira das estradas. Dos nove mil acidentes registrados no ano retrasado, 306 foram provocados por animais soltos na pista, a maioria com vítimas fatais. Já em 2001, o número caiu para 302 e este ano, até agosto, foram registradas 190 ocorrências. As estatísticas mostram que a BR-101, no trecho Rio-Campos/RJ, é campeã de apreensões. No trecho entre os Kms 297 (Itaboraí) e 145 (Rio Bonito) foram recolhidos 204 animais em 2001 e 19 este ano. A PRF conta atualmente com apenas dez veículos boiadeiros para atender todo o Estado.