(foto: Nikola Motor)

A Nikola Motor anunciou que até 2023 pretende iniciar a produção de um caminhão de célula de combustível para o mercado da Europa, Ásia e Austrália. Trata-se do Nikola TER, terceira geração de semielétricos movidos a hidrogênio que a startup norte-americana desenvolveu. Os outros dois são o Nikola One e Nikola Two.

O protótipo inicial do TER será lançado na próxima feira de produtos Nikola World e na sede corporativa que será inaugurada entre 16 e 17 de abril, em Phoenix.

O fundador e executivo-chefe da Phonix, Arizona, Trevor Milton, explica que o TER terá todos os componentes necessários para implementar a condução autônoma de Nivel 5 quando for permitido na Europa.

O caminhão pode ser construído com motorizações que variam de 500 a 1.000 cavalos de potência, configurações de roda 6×2 ou 6×4 e tanques de combustíveis para 500 a 1.200 quilômetros de alcance em um único tanque, podendo ser reabastecido em cerca de 20 minutos. O TRE contará também com sensores que permitirão total autonomia. “Os testes estão programados para começar na Noruega por volta de 2020 e a produção em massa será em 2023”, disse.

Neste período a empresa deverá também se preocupar em construir uma rede de postos de abastecimento de hidrogênio. Os veículos que funcionam a base de hidrogênio pesam menos e conseguem reabastecer mais rapidamente.

Milton afirma ainda que a Nikola planeja construir sua própria sede e vai iniciar uma expansão internacional.