Escola Victor Civita

A Cummins se destaca entre as empresas do setor automotivo por suas políticas de recursos humanos ao promover a diversidade no seu quadro de funcionários. Outro destaque que chama a atenção é o trabalho social feito nas comunidades nas quais está inserida, cultura da companhia deste a sua fundação. A ação mais recente foi o investimento de R$ 3,5 milhões na reforma da Escola Estadual Victor Civita em Guarulhos (SP).

Empresas, geralmente, investem em formações técnicas e, raramente, na educação básica. Porém, a dificuldade do governo estadual na implantação de uma escola de ensino fundamental no bairro que a Cummins está instalada fez a empresa, desde início dos 1990, a ceder espaço de recreação dos funcionários para a instalação da escola.

Mais vagas

Apresentação dos estudantes durante reinauguração da Escola Victor Civita

Até esses, cerca de 320 estudantes estavam instalados em salas improvisadas. Com recursos da Fundação Cummins, dos Estados Unidos, a empresa fez o investimento em novas instalações e na ampliação da escola para cerca de 500 alunos. Considerando o valor do terreno e as edificações que já existiam, o valor total cedido ao governo estadual aproxima de R$ 5,5 milhões.

Tudo foi cedido a governo de São Paulo apenas com uma condição: que o espaço seja sempre para educação e nunca possa ser desviado para outra finalidade.

Segundo o presidente da Cummins na América do Sul, Luis Pasquotto, mais do que a doação de dinheiro, a empresa se orgulha do trabalho voluntário dos funcionários na escola. Em 2017, 214 trabalhadores da companhia deram aulas de reforço de matemática e português, o que resultou de forma significativa o desempenho dos estudantes nessas matérias.