Depois de 30 voltas sob o forte calor do centro-oeste, o paranaense Wellington Cirino (Mercedes-Benz) recebeu a bandeirada da vitória na etapa de Goiânia – a segunda da temporada de 2005 – e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. Além de vencer a corrida, Cirino subiu da terceira posição para a liderança do campeonato, até então em poder do paulista Beto Napolitano (Volkswagen), vencedor da etapa de abertura da temporada, em Caruaru/PE, no mês de março. Napolitano, por sua vez, completou apenas oito voltas antes de entrar nos boxes e abandonar a corrida devido a problema na bomba injetora de seu caminhão. Cirino foi o segundo no grid e começou a pressionar Renato assim que foi autorizado o início da prova. Conseguiu fazer a ultrapassagem, porém, manteve-se na frente por apenas uma volta. Com Martins novamente na liderança, o paranaense procurou se segurar na segunda posição e quando faltavam cinco voltas para o encerramento da prova, o caminhão de Renato Martins teve um problema no sistema de alimentação, ficou lento e parou. Era a oportunidade que Cirino esperava para assumir a ponta novamente e vencer a corrida. O paulista Vignaldo Fizio (Mercedes-Benz) e o brasiliense Geraldo Piquet (Mercedes-Benz), segundo e terceiro colocados na corrida, respectivamente, não estavam perto o suficiente para ameaçar a liderança de Cirino nas voltas finais. Clique aqui e saiba mais sobre a 2ª etapa da Fórmula Truck