A Ford comemora este ano o cinqüentenário de produção de seu primeiro veículo no Brasil, o caminhão F-600 e para marcar a data lançou o selo comemorativo \”Ford Caminhões 50 Anos\”, que está sendo exibido em toda a comunicação da empresa. O selo foi produzido nas cores verde e amarelo e simboliza a tradição da montadora no Brasil, além do compromisso com o progresso e  inovação em produtos.

O Ford F-600 tinha motor V8 de 4,5 litros a gasolina, com 161 cv de potência e capacidade de 6,5 toneladas. Saiu da linha de montagem da antiga fábrica da Ford no bairro do Ipiranga, em São Paulo, em agosto de 1957, com índice de nacionalização de 40%. Até então, os veículos eram montados no Brasil com peças importadas dos Estados Unidos.

O primeiro desafio do Ford F-600 nacional foi uma viagem histórica até Caruaru, em Pernambuco, enfrentando mais de 1.500 km de estradas, sendo 1.100 km não pavimentados. O sucesso nessa empreitada contribuiu para firmar o conceito de resistência, durabilidade e economia, que se incorporou à tradição dos caminhões da marca.

Atualmente, a empresa está instalada na fábrica de São Bernardo do Campo/SP e é considerada como uma das mais modernas do mundo e oferece duas famílias de produtos, a Série F, com cabine convencional, e a linha Cargo, com cabine avançada, com 16 modelos e inúmeras possibilidades de customização, e capacidade de carga de 3,5 a 50 toneladas para diversos tipos de aplicações. Os caminhões Ford são equipados com motores Cummins, eletrônicos ou emissionados, de quatro ou seis cilindros.

A Ford somou até maio de 2007 mais de 682 mil caminhões produzidos no Brasil. Este ano, a montadora também comemora os 90 anos de seu primeiro caminhão no mundo. Derivado do Modelo T, foi lançado em julho de 1917 nos Estados Unidos e junto com a produção em massa, contribuiu para revolucionar os conceitos de transporte.