A Volvo comemorou 80 anos no sábado (14 de abril) e neste mesmo dia, em 1927, saiu da linha de produção da montadora o primeiro carro. Já o primeiro caminhão fabricado pela Volvo desenvolvia 28 cavalos e carregava 1,5 toneladas. Atualmente, o caminhão Volvo é um dos mais potentes do mundo, com motor de 660cv e capacidade de carga de até 200 toneladas.

O economista Assar Gabrielsson tinha na época 33 anos quando se tornou gerente de vendas da Svenska Kullagerfabriken (SKF). Mesmo assim, ele queria algo diferente e encontrou em 1924 Gustaf Larson, um ex-colega engenheiro reconhecido por seu conhecimento técnico, que compartilhavam o mesmo sonho.

Os desenhos do primeiro caminhão Volvo, Série 1, já estavam prontos quando o primeiro carro de passeio saiu da fábrica, em 14 de Abril de 1927 e os caminhões puderam ser introduzidos logo depois, em fevereiro de 1928.

Nos anos 70, a empresa estabeleceu sua presença no Brasil e em 1981, adquiriu o fabricante de caminhões americano White. Esta compra também sinalizou o início real das vendas dos caminhões da própria Volvo na América do Norte e a Volvo Trucks passou a ser uma empresa verdadeiramente global. Nos anos seguintes, ocorreu introdução de um novo conceito modular para os maiores caminhões, resultando na série Volvo FH/FM. Também foi tomada a decisão de construir os primeiros caminhões Volvo nos Estados Unidos usando tecnologia da empresa.

Em 1996 lançou o Volvo VN nos Estados Unidos e, nos anos seguintes, criou-se um sistema industrial global que abrange um sistema global de fornecedores. Tanto a produção quanto o pós-venda foram conjugados, levando a, entre outras coisas, o uso de uma variedade menor de peças.

Em 1993 ocorreu a introdução dos caminhões que formam a base para a linha atual de modelos – os Volvo FH12/FH16, baseados na plataforma modular que também serve de base para a linha global de produtos que inclui os modelos FH, FM, VN, VHD e VT, lançados mais tarde. Desde o início dos anos 90, o meio ambiente tem sido um foco da marca e mostrou uma série de veículos-conceito – dos quais o mais conhecido é o Caminhão Conceito Ambiental (Environmental Concept Truck) híbrido -, e os veículos que operam com combustíveis alternativos como o etanol e DME, além de células de combustível.

Em fevereiro de 2006, a Volvo Trucks lançou o mais potente motor de caminhão, com 16 litros que desenvolve 660cv. Também iniciou o processo de aquisição de participação significativa e de cooperação com a Nissan Diesel do Japão, e pouco antes do Jubileu de 80 anos da Volvo, foi anunciada a intenção de adquirir 100% da Nissan Diesel. No ano passado, um caminhão híbrido com motorização diesel e elétrica atraiu muita atenção do mercado.