A Hengst orienta que as pessoas alérgicas sofrem de ataques de espirros, prurido, inchaço da mucosa nasal e coriza por causa da poeira dos veículos e de períodos de baixa umidade do ar. A empresa destaca que seus filtros de cabine mantêm a poeira e o pólen completamente fora do interior do veículo e asseguram um ar limpo e trajeto seguro.

Entre eles, diferenciam-se o filtro de partícula do filtro de carvão ativado, que serve para absorver pólen, poeira e fuligem, além de auxiliar na retenção de odores desagradáveis. Atualmente, 80% dos veículos europeus fabricados em série são equipados com um filtro de cabine com tendência de aumento de participação.

A fabricante orienta que o elemento filtrante deve ser substituído a cada 15.000 km ou pelo menos uma vez ao ano. Entretanto, para manter a eficiência de filtragem são aconselhadas duas trocas por ano, sendo uma na primavera e outra no outono. A instrução de instalação do filtro de cabine vem acompanhada nas embalagens, além de estar acessível no catálogo on-line da empresa.