De acordo com o último balanço divulgado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores- Anfavea- o licenciamento de caminhões fechou julho com 4.684 mil unidades, crescimento de 11% ante as 4,2 mil unidades de junho. No comparativo com julho do ano passado, com 6.495 mil unidades, a queda foi de 27,9%. No acumulado, o recuo é de 30,9%: foram 30.273 mil unidades em 2016 e 43.787 mil no ano passado.

Em relação a produção, em julho foram produzidas 5.091 mil unidades contra 5.570 mil em junho, queda de 8,6%. Em relação a julho do ano passado – quando foram produzidos 6.599 mil caminhões – o decréscimo foi de 22,9%. No acumulado está 24,5% inferior se comparado com o mesmo período de 2015, com 36.390 mil unidades este ano e 48.229 mil no ano passado.

As exportações apresentaram crescimento de 9,4%, quando comparado as 1.880 mil unidades em julho com as 1.718 mil em junho. No comparativo com o mesmo período do ano passado, que registrou 1.774 mil unidades, o aumento foi de 6%. Até o sétimo mês do ano a indústria negociou com outros países 11.256 mil unidades, o que representa diminuição de 5,9% ante o ano passado com 11.966 mil.