Uma das manobras mais criticadas pelos carreteiros nas estradas é a tal da “quebra de asa”, que acontece por iniciativa do motorista – uma brincadeira perigosa  e insensata –  ou pelo desequilíbrio involuntário do caminhão em razão de outros fatores, como irregularidade da pista ou da velocidade acima do limite de segurança. Motoristas que realizam a “quebra de asa” podem responder pelo crime de direção perigosa, podendo até provocar algum acidente com outro veículo.

Qualquer pessoa de bom-senso entende que ao balançar a carroceria de um lado para o outro, contorcer o veículo, seu implemento e tirar os pneus do solo tirando é uma manobra extremamente perigosa, pois coloca em riso a vida do motorista e dos demais usuários da rodovia. Além do grande potencial para tirar vidas humanas, causa prejuízo material com danos no veículo e não raramente a perda da carga.

As imagens postadas na Internet mostram o quanto essa ocorrência é perigosa, Comentários postados sobre os inúmeros vídeos que podem ser vistos na Internet e normalmente são acompanhadas de pesadas críticas de motoristas de caminhão que normalmente destacam a ameaça à segurança e os danos causados à carreta.

Alguns deles são a trinca do pino rei e desalinhamento, danos à suspensão e desgaste excessivo do ombro dos pneus, embora o pior mesmo são os acidentes, como tombamento ou capotamento do caminhão.