Parceria entre a WEX e a Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, firmada recentemente, permitiu aos postos de combustíveis da rede aceitarem o cartão WEX Frete como meio eletrônico de pagamento.

Os caminhoneiros autônomos, que já utilizam o cartão, poderão também ser atendidos nos novos postos credenciados, e se beneficiarem das vantagens da plataforma de relacionamento Clube Irmão Caminhoneiro Shell.

Entre as vantagens para os motoristas estão saque nos Postos Credenciados Shell ou caixas eletrônicos da Rede Banco 24 horas, recarga de celular, central de atendimento 24 horas por dia em todos os dias da semana, entre outras. (confira quadro abaixo).

O objetivo da WEX é possibilitar uma redução de custos diretos de transporte rodoviário de cargas em toda a cadeia de logística do país. Para o CEO da WEX na América Latina, José Roberto Kracochansky, o Brasil é um dos maiores mercados com potencial de migração dos meios de pagamentos tradicionais para o eletrônico e, no caso de pagamentos de frete, essa migração ainda está em um estágio muito inicial.

“Desde a sua regulamentação, o pagamento eletrônico de frete teve uma adoção muito lenta, pois ainda não havia sido encontrado o equilíbrio na relação comercial entre caminhoneiros, transportadores e postos de combustíveis. Acreditamos que, com esta parceria, atinjamos exatamente esse objetivo”.

O segmento movimenta R$ 100 bilhões por ano no Brasil, conforme estimativas de mercado. Porém estimativas apontam que grande parte das embarcadoras e transportadoras de frete ainda não utilizam meios de pagamento eletrônicos, dependendo ainda da carta-frete tradicional ou cheques, em desencontro com a regulamentação atual da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

A Raízen acredita que com a parceria o volume de vendas de combustível aumente, por meio da revenda da Bandeira Shell, justamente em função dos benefícios oferecidos pela solução da WEX aos motoristas autônomos que, atualmente, representam mais de 50% do volume de consumo nos postos.

“Com essa novidade, esperamos proporcionar maior rentabilidade aos nossos revendedores da marca Shell, mais controle sobre as vendas e maior volume. O objetivo é trazer também agilidade, redução de custos e ainda mais segurança para o caminhoneiro na hora de abastecer”, afirma Andreas Lips, gerente de Rodovias e Diesel da Raízen.