Em contrapartida, lucro líquido da companhia cresceu 56,8%

A Randon S.A. Implementos e Participações encerrou o primeiro trimestre de 2014 com uma receita líquida consolidada de R$ 965,9 milhões, 0,9% menor do que no primeiro trimestre de 2013.

A receita bruta total, incluindo as vendas entre empresas, somou R$ 1,5 bilhão representando uma queda de 4,2%. De janeiro a março, o lucro líquido consolidado da companhia foi de R$ 62,2 milhões, 56,8% maior, se comparado ao mesmo período de 2013.

“Vivenciamos um período de enormes desafios”, afirma o diretor de Relações com Investidores da Randon S.A, Geraldo Santa Catharina, referindo-se ao cenário adverso da economia brasileira e, em especial, à redução da produção nacional de caminhões, que gerou estoques adicionais na indústria exigindo ajustes, inclusive com concessão de férias coletivas e paradas programadas.

Ele observa que o período analisado sazonalmente é mais fraco em função de feriados de carnaval e férias de verão e cita  ainda os atrasos e demoras nos processos de financiamento como causa das baixas vendas. “Na outra ponta, um rígido controle de custos e despesas permitiu que os resultados fossem preservados, validando a adaptação de gestão em diferentes momentos, com foco na qualidade dos resultados”, explicou ele.