O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, que apóia a posição do governador Roberto Requião de reduzir ao acabar com a cobrança do pedágio nas rodovias do Paraná, defende a revisão do modelo de concessão de rodovias para iniciativa privada. Segundo ele, o atual modelo é uma experiência que não deu certo. “Quando há investimento público antes da cobrança, como ocorreu no Paraná e em São Paulo, onde os exemplos são mais gritantes, a concessão se configura uma modelagem que não pode progredir no País, porque gera uma insatisfação muito grande.”