Mais de 127 mil unidades emplacadas é um dos legados da família Sprinter, formada por vans, furgões e chassi-cabine, que  este ano está comemorando 20 anos de presença no mercado brasileiro. Já na quarta geração no País, os veículos da linha se destacam pela versatilidade e pacote de segurança entre outros itens

Por João Geraldo

Oferecida nas versões chassi-cabine, furgão e van de passageiros, a família Sprinter está comemorando 20 anos de Brasil. Produzida na fábrica da Mercedes-Benz na Argentina, a linha começou a ser comercializada no Brasil em 1997, no lugar do MB 180 – um veículo da mesma categoria que a montadora importava da Espanha desde 1994. O modelo comercializado no mercado brasileiro (desde agosto passado) é a 4ª geração, a qual externamente é igual à Sprinter que circula hoje nos Estados Unidos e países da Europa.

A linha completa é formada pelos modelos CDI Street (PBT 3,50 toneladas) 415 CDI (PBT 3,88 toneladas) e 515 CDI (PBT de 5 toneladas) e totalizam 60 versões. Em duas décadas no mercado brasileiro – o quinto maior do mundo para a linha Sprinter – as vendas no mercado interno superam a marca de 127 mil unidades emplacadas.

Entre as comemorações preparadas pela montadora para marcar as duas décadas no mercado brasileiro, um dos destaques é a edição comemorativa aos 20 anos. Trata-se de uma série especial da versão passageiro limitada a 20 unidades com o pacote completo de tecnologia disponível atualmente a linha.

Há 20 anos a linha Sprinter tem grande atuação na distribuição de cargas urbanas e também no transporte de passageiros

Além do ESP Adaptativo 9i® e do Assistente de Ventos Laterais, já conhecidos, a edição especial conta também com assistente de partida de rampa, câmera de ré, piloto automático com limitador de velocidade, volante multifuncional e com ajustes de profundidade e altura, alarme, rodas de liga leve, airbags para motorista e acompanhante, para-choques na cor do veículo, grade cromada e adesivo alusivo aos 20 anos no Brasil entre diversos outros itens.

Duas décadas no Brasil é um feito histórico, diz Jeferson Ferrarez

Jeferson Ferrarez, diretor de vendas e marketing vans da Mercedes-Benz do Brasil, salientou que não dá para deixar de registrar e de comemorar as duas décadas da linha Sprinter no País, pois trata-se de um feito histórico e muito significativo para a empresa. “São 20 anos trazendo novas soluções para todas as demandas dos clientes que se profissionalizam e se otimizam cada vez mais”, acrescentou o executivo.

Há 20 anos a linha Sprinter tem grande atuação na distribuição de cargas urbanas e também no transporte de passageiros

Ainda de acordo com Ferrarez, outra grande satisfação e a constatação de que a linha Sprinter repete no Brasil o mesmo sucesso conquistado mundialmente. Em 2016, por exemplo, foram emplacadas 18.091 unidades e este ano 9.719 unidades no período de janeiro a julho. No mundo, a linha Sprinter já superou a marca de 3.3 milhões de unidades comercializadas.

Há 20 anos a linha Sprinter tem grande atuação na distribuição de cargas urbanas e também no transporte de passageiros

O atendimento pós-vendas para a família de veículos Sprinter  é realizado na rede de concessionários Mercedes-Benz e também em sete unidades do Van Center e mais 40 Centros especializados em Vans estrategicamente distribuídos pelo território brasileiro. Segundo Ferrarez, os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná são maiores mercados da Sprinter no Brasil.

DADOS TÉCNICOS 

Motor: OM 651 CDI Biturbo diesel, quatro cilindros em linha

Potência: 129cv a 3.800rpm (313 CDI Street) e 146cv a 3.800 rpm (415 CDI Street)

Caixa de mudanças: ZF 6 S 450 (6 velocidades)

Relação eixo motriz (tração traseira): i=4,364 (313 CDI) e i=4,727 (415 e 515 CDI)

Suspensão/freio: Independente/freio a disco nas quatro rodas

TECNOLOGIA DE SEGURANÇA

O ESP Adaptativo 9i® é um programa  eletrônico de controle da estabilidade que reúne nove funções que reduzem significa-tivamente os riscos de acidentes, mesmo em situações críticas, pois também garantem ao motorista maior domínio do veículo.

Veja abaixo quais são essas funções.

  • Sistema antibloqueio das rodas (ABS), evita o travamento das rodas mesmo nas frenagens mais bruscas;
  • Sistema de controle de tração (ASR), não permite que as rodas patinem;
  • Servo-freio de emergência (BAS), reconhece a velocidade de acionamento do pedal de freio e reduz a distância de frenagem;
  • Distribuição eletrônica da força de frenagem (EBD), ajusta a força de frenagem nas rodas do veículo em situações críticas;
  • Controle de carga adaptativo (LAC), considera a distribuição de carga do veículo, ou seja, o centro de gravidade, e controle das funções ESP de maneira mais efetiva;
  • Controle de rolagem (ROM), detecta a tendência de derrapamento durante manobras de baixa velocidade e alta aceleração lateral e aciona o ESP para evitar capotamentos;
  • Interação do movimento de rolagem (RMI), detecta a tendência de capota- mento durante manobras evasivas em alta velocidade com alta aceleração lateral e aciona o ESP também para evitar capotamentos;
  • Pré-carga eletrônica de freio (EBP), sistema sensível à retirada brisca do pé do acelerador. O sistema entende essa ação como potencial risco e aproxima, automaticamente, as pastilhas ao disco de freio. Em caso de acionamento efetivo do pedal de freio, o tempo de início de frenagem é reduzido;
  • Limpeza de disco de freio (BDW), em situações de chuva, com o limpador do para-brisas acionado, essa função aproxima em intervalos regulares, a pastilha ao disco de freio e promove a limpeza do filme de água que se forma no disco. Caso o freio seja acionado, a força da frenagem é aplicada imediatamente sobre os discos, devido à prévia eliminação da camada de água.

– Todas as versões da Sprinter saem de fábrica com luzes de circulação diurna.