Por João Geraldo

Desfile com as viaturas e motocicletas da corporação e missa na Basílica de Aparecida seguida por almoço de confraternização fizeram parte das festividades em homenagem aos 78 anos da Polícia Rodoviária Federal. Organizado pela equipe da 6ª Superintendência Regional da PRF, o evento teve como objetivo marcar o aniversário da corporação e contou com a participação do superintendente regional, inspetor João Bosco Ribeiro. De acordo como inspetor Reinaldo Marcelino, responsável pelo departamento de comunicação da 6ª SR, houve outras comemorações regionais da PRF.

As viaturas e motocicletas da PRF saíram da sede da 6ª superintendência, na rodovia presidente Dutra, Vila Maria/SP, logo pela manhã e seguiram em direção à Basílica de Aparecida, onde foi celebrada uma missa às 10 horas. Em seguida, os policiais se dirigiram a um restaurante na própria rodovia para um almoço de confraternização. A 6ª Superintendência, uma das 21 da PRF, é responsável por oito rodovias federais e 1.112 quilômetros de rodovias.

Criada em 24 de julho de 1928 pelo presidente Washington Luiz como a “Polícia das Estradas”, a Polícia Rodoviária Federal teve os serviços de vigilância das estradas organizado a partir de 1935. Naquela ocasião, a malha viária era de responsabilidade da Comissão de Estradas de Rodagem, hoje o Denit (Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transporte) e contava com um patrulheiro e 450 vigias da Comissão para cuidar das estradas. Desde 1928 até 1939, o sistema rodoviário no Brasil incluia apenas as rodovias Rio Petrópolis, Rio São Paulo, Rio e Bahia e União da Indústria. No Paraná, o núcleo da Polícia das Estradas foi criado em 1943, para exercer o policiamento nas rodovias em construção no Estado.