Caminhão antigo é malfalado e malvisto somente quando está na rodovia, no transporte de carga, porque se conservado e bem cuidado, na condição de objeto de colecionador, transforma-se em verdadeira raridade com direito a toda atenção e cuidados do proprietário. É desta maneira que Osvaldo Tadeu Strada, um empresário do ramo de informática, trata da sua coleção de FNMs. O número de veículos já chega a oito, restaurados e em perfeito estado de conservação e um que espera a vez para ter iniciado o trabalho de restauro em ofi cina na cidade de Londrina/PR, a qual faz o serviço nos caminhões equipados com cabine fabricada pela Brasinca.

FNM 1961

Depois que comprou o primeiro e montou foram surgindo outros FNMs na sua vida e ele não os recusou. Atualmente a frota de Strada conta com caminhões da marca fabricados nos anos de 1951 e 1954 e 1958, 1960, 1961, 1965, 1967 e 1968 e 1962.

Apesar de todos os cuidados, Strada avisa que não mantém as cores originais dos caminhões, porque os FNMs era produzidos em poucas cores três ou quatro, no máximo, diz (JG).