SP-270

Levantamento divulgado pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) com base nos dados da Polícia Rodoviária Estadual e do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, apontou queda de 23% no número de mortes nas rodovias estaduais em relação ao ano anterior. Houve redução de 10,1% na quantidade de acidentes e de 11,1% nos casos de vítimas feridas, nos 6,4 mil quilômetros da malha concedida. Em números absolutos foi registrado em 2015 um total de 251 mortes a menos do que em 2014 na malha concedida.

No ano passado morreram em acidentes nas estradas sob concessão um total de 838 pessoas, ante 1.089 vítimas fatais registradas no ano anterior. Já o recuo na quantidade de acidentes, também em números absolutos, foi de 5.265 casos (46.641 em 2015 contra 51.906 no ano anterior), e o de feridos foi de 2.184 (12.806 no ano passado ante 14.108 em2014). O recuo foi alcançado mesmo com a ampliação da malha concedida em 2015 ocorrida com a inauguração da segunda etapa do Trecho Leste do Rodoanel,  em junho,  e o início da concessão da Rodovia dos Tamoios, em abril.

Esse é o quarto ano consecutivo em que o número de acidentes na malha concedida apresenta retração. Em 2012, 2013 e 2014 essa redução foi de 3,06%, 3,54% e 3,86%, respectivamente. Já os números deferidos vêm oscilando, com aumento em 2012 (1,22%), queda em 2013 (-7,15%), incremento em 2014 (4,17%) e agora a maior queda histórica, de 11,17%. Já as mortes não cediam há dois anos. Após dois anos de queda consecutiva 2011 de 0,36% e 2012 de 9,73% – foram dois anos de aumento 2013 de 0,4% e 2014 de9,23% – e agora a redução de 23,05%.

A concessionária que apresentou a maior queda no número de acidentes em São Paulo foi a Cart, que administra trechos das rodovias Raposo Tavares(SP-270) e João Baptista Cabral Rennó (SP-225) e toda a extensão da Rodovia Orlando Quagliatto (SP-327) nas regiões de Bauru, Marília e Presidente Prudente. O recuo foi de 17,66% (de 1.382 acidentes para 1.138) na comparação entre 2015 e 2014. Em seguida, com redução de 15,52%, aparece a ViaNorte, que administras trechos das rodovias Anhanguera (SP-330), Prefeito Antônio DuarteNogueira, Atílio Balbo e Armando Salles Oliveira (SP-322) e Alexandre Balbo(SP-328), no Nordeste do Estado.

Fonte: Artesp
Fonte: Artesp