Dados da Fenabrave mostram que os resultados das vendas no varejo do setor automotivo durante o mês de março foram positivos. No total foram comercializados 418.435 veículos entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos e implementos rodoviários, contra 312.148 no mês anterior, um aumento de 34,05%. Um dos fatores que contribuíram para essa recuperação da economia foi a redução do IPI. Em relação a março de 2008, onde foram negociadas 391.873 unidades, este aumento foi de 6,78% e se comparado o acumulado do primeiro trimestre de 2009 com o do ano passado, o setor apresentou queda de 4,43%.

Durante o mês de março deste ano, o segmento de caminhões vendeu no varejo 8.643 unidades, contra 6.472 em fevereiro, uma alta de 33,54%. Porém, houve uma queda de 16,62% quando comparado os três primeiros meses de 2009 em relação ao mesmo período de 2008. Os emplacamentos no segmento caíram de 25.790 unidades para 21.504.

O segmento de implementos rodoviários registraram aumento de 64,89% em março com a venda de 3.771 unidades contra 2.287 em fevereiro. Comparando os trimestres, as vendas do setor caíram 24,63%, passando de 11.147 unidades para 8.402 unidades.

Já o de automóveis e comerciais leves apresentou crescimento em todos os comparativos. Em março de 2009 as vendas aumentaram 36,38%, saltando de 191.343 unidades para 260.959. Quando comparado ao mês de março de 2008, onde foram comercializadas 220.884, a alta foi de 18,314%, e no primeiro trimestre desse ano, onde foram emplacadas 642.031 unidades, contra 617.332, o aumento foi de 4%.